Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

Alimentos e bebidas - Curso HACCP

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas e Piracicaba de sábado, 28 de março
    on março 28, 2020 at 11:51 pm

    Confira todas as reportagens. Confira todas as reportagens.

  • Coronavírus: empresas de tecnologia da região registram alta de até 60% na demanda em meio à pandemia
    on março 28, 2020 at 11:39 pm

    Segundo empresários, crescimento foi motivado pela adoção generalizada do regime de home office. Empresas de tecnologia da região de Campinas registram alta demanda em meio à pandemia Em meio à pandemia do novo coronavírus, empresas de tecnologia da região de Campinas (SP) registraram aumentos de até 60% na demanda, conforme levantamento feito pela EPTV. De acordo com empresários, o crescimento foi motivado pela adoção generalizada do regime de home office. Veja as últimas notícias de coronavírus de 28 de março na região de Campinas Em Valinhos (SP), uma empresa que atua no ramo de locação de notebooks enviou, desde o início do mês, mil máquinas para que clientes de diversas regiões do Brasil trabalhem em home office. A alta demanda pelo equipamento gerou um esvaziamento do estoque e criou a necessidade de encomendar mais unidades. O gestor da empresa Flávio Nicastro conta que, atualmente, há na empresa uma procura de 2 mil notebooks, além de 50 máquinas já a caminho e que devem chegar na próxima semana. "Isso não é só dentro da nossa empresa. Outras empresas dentro do grupo e de locação em geral estão com essa mesma dificuldade. Não tem notebook", revela. Alta procura Volume de trabalho de empresa de TI cresceu exponencialmente nas últimas duas semanas Reprodução/EPTV Já em Campinas, Marcelo Braga, dono de uma empresa que presta soluções em TI, relata que o volume de trabalho cresceu exponencialmente nas últimas duas semanas. "A gente dobrou o número de solicitações de clientes e a gente vem mensurando, através de relatórios, que todas essas solicitações são para configuração para as pessoas trabalharem em home office". Entre os clientes atendidos pela empresa de Marcelo estão comércios, escritórios e indústrias, além de negócios no ramo de eventos e turismo. Atualmente, as 33 pessoas que compõem a equipe da empresa de soluções em TI também adotaram a rotina do home office. No entanto, alguns serviços essenciais ao funcionamento, como o do funcionário de manutenção Plínio Madsson Farias, ainda precisam ser feitos presencialmente. "Está aparecendo bastante serviço de troca de peça, manutenção em geral. Acho que essa parte minha aqui tem que dar uma atenção, porque sem as máquinas o pessoal não consegue fazer o home office", conta o trabalhador. O funcionário de manutenção Plínio Madsson Farias diz atender pedidos de serviço de troca de peça e manutenção em geral Reprodução/EPTV Segurança Quanto ao atendimento ao cliente, Marcelo Braga aponta que a tecnologia tem sido uma aliada para garantir o serviço remoto. "Conectar no computador da pessoa, acessar remotamente o sistema dela, o servidor ou a rede. Só em último caso que a gente desloca alguém pra fazer esse atendimento". Em um dos poucos atendimentos presenciais feitos pela empresa, o gestor da companhia conta que um dos técnicos recebeu do cliente um "kit corona", com álcool em gel, sabonete e máscara de proteção. "Tudo para seguir com o atendimento de uma forma segura, seguindo os protocolos de higienização e tudo mais". Empresário Marcelo Braga relembra recebimento de 'kit corona': 'atendimento de uma forma segura' Reprodução/EPTV Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas

  • Campinas descarta centro de convenções para ambulatório e prevê compra de respiradores na China
    on março 28, 2020 at 11:28 pm

    Local, que vai abrigar leitos secundários para pacientes com coronavírus, ainda não tem lugar definido para ser instalado. Executivo também não informou detalhes sobre a compra dos equipamentos. Prefeito de Campinas anuncia mudanças no calendário da rede de ensino municipal A Prefeitura de Campinas (SP) descartou o uso de um centro de convenções da cidade para a criação de um ambulatório que vai tratar exclusivamente de casos de coronavírus. Durante uma transmissão ao vivo na tarde deste sábado (28), o prefeito Jonas Donizette (PSB) afirmou que o espaço, anunciado para ter leitos secundários, ou seja, sem os equipamentos de UTI, ainda não tem lugar definido para ser instalado. MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas Segundo o chefe do Executivo, a ideia do centro de convenções, localizado no Parque Dom Pedro Shopping, foi descartada pelo local não contar com um piso apropriado para a criação de um ambulatório. A administração estuda agora outros dois espaços para abrigar a unidade, prevista para atendimento de pacientes que possam precisar de internação, mas o prefeito não informou quais são os dois imóveis avaliados. "Um dos lugares inclusive já tem a estrutura de um hospital e o outro é um prédio, que também tem piso frio, mas não gostaria de entrar em detalhes sobre as opções agora. Isso vai ser definido pela equipe de saúde", afirmou o prefeito. A Prefeitura de Campinas ainda informou que negocia com fornecedores chineses a compra de respiradores que serão usados nos hospitais para pacientes diagnosticados com Covid-19. A negociação vem sendo comandada pelo vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira, responsável pelo relacionamento comercial com a China, que também estava na transmissão ao vivo. O número de respiradores avaliados para a compra, os prazos e o investimento necessário também não foram detalhados pela administração. Até a noite deste sábado, Campinas tem 19 casos confirmados do novo coronavírus e investiga outras 489 suspeitas. Acompanhe os casos em tempo real. Recesso escolar e férias A secretária de Educação de Campinas, Solange Kohn Pelicer, também detalhou as medidas que já haviam sido anunciadas na sexta-feira (27), de antecipação do recesso escolar de 23 de março a 5 de abril e início de aulas online a partir do dia 20. De acordo com a titular da pasta, a prefeitura fez uma parceria com empresas de telefonia para garantir computadores e acesso à internet aos alunos que não têm a tecnologia em casa. De acordo com a prefeitura, os 70 mil estudantes da rede municipal terão acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) por meio da plataforma Google Sala de Aula. Serão contemplados com a plataforma digital os alunos das seguintes modalidades: Ensino fundamental regular Educação integral Educação de Jovens e Adultos (EJA) Cursos técnicos e de qualificação profissional (ambos do Ceprocamp) Programas Consolidando a Escolaridade; Educação Ampliada ao Longo da Vida e de Apoio à Alfabetização Educação infantil (orientações serão divulgadas futuramente) Economia O prefeito ainda disse na tarde deste sábado que vai solicitar ao governo federal que a linha de crédito de R$ 40 bilhões anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro, como medida para garantir o emprego de pequenas e médias empresas durante a pandemia de coronavírus, contemplem fornecedores do governo municipal. A estimativa da administração é uma queda de 30% na arrecadação em Campinas no próximo mês. Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença Infográfico / G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas

  • Valinhos investiga primeira morte suspeita de coronavírus; vítima é um homem de 63 anos
    on março 28, 2020 at 9:51 pm

    Idoso tinha histórico de doença cardíaca e estava internado na Santa Casa da cidade desde a última quinta-feira (26). Município tem três casos confirmados. Idoso com suspeita de coronavírus estava internado na Santa Casa da cidade desde a última quinta-feira (26) Reprodução EPTV A Prefeitura de Valinhos (SP) confirmou, na tarde deste sábado (28), que investiga a primeira morte suspeita de coronavírus na cidade. A vítima é um homem de 63 anos com histórico de doença cardíaca, que estava internado na Santa Casa do município desde a última quinta-feira (26). Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus De acordo com a prefeitura, o paciente morava com a esposa, que está em isolamento, e não possuía histórico de viagens para o exterior. A cidade tem três casos confirmados da Covid-19 e investiga outros 97 suspeitos até esta publicação. A Secretaria de Saúde informou ainda, em nota, que aguarda o resultado do exame de laboratório do paciente feito no Instituto Adolfo Lutz para definir a causa do óbito, e orienta "que as pessoas fiquem em casa neste momento para reduzir o risco de contágio". Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença Foto: Infografia/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *