Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

HACCP - curso de higiene alimentar de alimentos e bebidas.

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • Estudante de medicina paraguaia e jovem brasileira são presas por tráfico em Sarandi, diz PRF
    on fevereiro 18, 2020 at 7:40 pm

    Mais de 20 kg de cocaína estavam escondidos no tanque de combustível do carro, que pertence ao pai de uma das presas. Elas foram encaminhadas ao presídio da cidade. Tabletes de cocaína foram encontrados no tanque de gasolina, segundo a PRF, em Sarandi Divulgação/PRF Uma estudante de medicina paraguaia, de 21 anos, e uma jovem de Santa Catarina, de 19 anos, foram presas em flagrante por tráfico, nesta terça-feira (18), na BR-386, em Sarandi, no Noroeste do Rio Grande do Sul, conforme a Polícia Rodoviária Federal. Os nomes delas não foram divulgados pela polícia. Ao G1, a PRF informou que a jovem apresentou carteirinha de uma universidade paraguaia. As duas são moradoras de Santa Helena, no Paraná, e a jovem alegou que frequenta o curso no país vizinho. Elas estavam em um Gol, com placas do Paraná, que pertence ao pai da estudante de medicina. As duas foram abordadas durante fiscalização, e os agentes desconfiaram da atitude delas. Os 20,6 kg da droga foram encontrados no tanque de combustível do veículo, divididos em tabletes. Elas foram encaminhadas para registro da ocorrência na Polícia Civil e levadas ao presídio de Sarandi. Initial plugin text

  • Motorista de aplicativo é investigado por perturbação da tranquilidade em Viamão: 'Não vejo cunho sexual no que eu disse'
    on fevereiro 18, 2020 at 7:18 pm

    André Lopes Machado, de 43 anos, prestou depoimento, na tarde desta terça-feira (18), na Delegacia da Mulher. Em entrevista à imprensa, ele negou que tenha assediado a adolescente. Jovem postou um vídeo nas redes sociais após a corrida. André Lopes Machado falou com a imprensa ao deixar a delegacia. Jonas Campos/RBS TV O motorista de aplicativo banido da plataforma após supostamente assediar uma adolescente, de 17 anos, prestou depoimento, na tarde desta terça-feira (18), na Delegacia da Mulher de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Na saída, André Lopes Machado falou com a imprensa. "Eu não vejo cunho sexual nenhum no que eu disse". "Ela, em momento algum, se mostrou irritada, desesperada. Pediu pra descer, não. O tempo todo rindo, brincando, conversa chegando. Ela perguntou minha idade, eu disse '43', dai ela disse 'mas tu tem idade para ser meu pai'. Eu ainda disse para ela no vídeo, vocês também podem confirmar isso, 'mas eu faria coisas que teu pai não faz'", disse à reportagem da RBS TV. Por meio de nota, a Uber informou ao G1 que a conta do motorista foi banida do aplicativo. (Leia nota abaixo) Segundo a delegada responsável pelo caso, Marina Dillenburg, André é investigado por perturbação da tranquilidade. "Não tenho todas as provas para finalizar o inquérito policial. Muito provavelmente, sim, [vai ser responsabilizado] porque temos os vídeos que são uma prova bem forte em relação a isso, mas ainda há elementos a serem considerados. A princípio será responsabilizado por perturbação da tranquilidade. Se conseguirmos tipificar a conduta dele com outras vítimas e coisas mais graves, ele vai ser indiciado", explicou. A jovem, que se deslocava para a casa de uma amiga, gravou o momento em que o motorista de carro de aplicativo a teria assediado. (veja vídeo abaixo) Os nomes dos envolvidos não serão divulgados pelo G1 por questão de segurança. "Ele começou a fazer elogios. Dizendo que eu era a passageira mais bonita que ele tinha pego, que geralmente só entrava gente feia", conta a jovem. No vídeo, é possível ouvir o momento em que a jovem avisa ao motorista que é menor de idade, mas o ele rebate e diz que "não seria um problema". André continua: "seria problema se tivesse 13 anos, e acho que tu não tem 13 anos, 14 para cima tu já é responsável", disse. "Ele nega que tenha assediado a menina. Ele comentou que está sendo injustiçado, que ele teve que deletar os perfis de mídia social, que está repercutindo muito forte na vida dele, mas ele nega e entende que não houve assédio", disse a delegada. "Em hipótese alguma, em momento algum, eu agredi ela. Tanto que se vocês tiveram, e eu tenho certeza que vocês tiveram acesso ao vídeo, ela está sorrindo bem espalhada no banco, em posições que eu nem gostaria de citar aqui, pois eu não posso provar, afinal de contas ela não se filmou nesse sentido", disse o motorista. "Mas ela estava com um short do tipo Anitta, uma mini blusa, com as pernas abertas no banco, me chamando atenção", completou André. Depois de postar os vídeos em uma rede social, a jovem recebeu relatos de outras adolescentes dizendo que já conheciam o motorista e que também tinham passado pela mesma situação. "Eu fiquei apavorada. Fiquei com medo de ser grossa com ele e ele acelerar o carro e fazer algo pior", contou ao G1. De acordo com a delegada, não há denúncia de outros casos envolvendo o motorista. "Foi a primeira vez que ele teve problema com uma passageira. Não recebemos formalmente nenhuma outra vítima, mas temos nomes e estamos indo atrás. Mas registro mais ninguém fez ainda", disse. "Fiquei completamente indignada e com nojo do que ele falou para ela", disse a mãe da jovem. "Eu fui ingênuo em dar sequência à conversa que não me dizia respeito. Eu fui muito errado em aceitar a corrida sem perguntar a idade dela, porque as diretrizes da Uber é não dar viagens para menores sozinhos, desacompanhados. Ela era tão alta e exuberante que eu jamais pensei que fosse menor. Depois da viagem, ela dizer que era menor, eu não poderia parar e dizer 'desce', seria mais errado da minha parte", explicou o motorista. Motorista de aplicativo é banido após jovem gravar suposto assédio em corrida em Viamão Confira nota da Uber na íntegra A Uber considera inaceitável e repudia qualquer ato de violência contra mulheres. A empresa acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos dessa natureza às autoridades competentes. A conta do motorista parceiro foi banida assim que a denúncia foi feita. A empresa defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro. Todas as viagens com a plataforma são registradas por GPS. Isso permite que em caso de incidentes nossa equipe especializada possa dar o suporte necessário, sabendo quem foi o motorista parceiro e o usuário, seus históricos e qual o trajeto realizado. Como parte do processo de cadastramento para utilizar o aplicativo da Uber, todos os motoristas passam por uma checagem de antecedentes criminais realizada por empresa especializada que, a partir dos documentos fornecidos pelo próprio motorista e com consentimento deste, consulta informações de diversos bancos de dados oficiais e públicos de todo o País em busca de apontamentos criminais, na forma da lei. A Uber também realiza rechecagens periódicas dos motoristas já aprovados pelo menos uma vez a cada 12 meses. Desde 2018 a Uber tem um compromisso público para enfrentamento à violência contra a mulher no Brasil, materializado no investimento em projetos elaborados em parceria com entidades que são referência no assunto, que inclui campanhas contra o assédio e podcast para motoristas parceiros sobre violência contra a mulher, entre outras ações. Em novembro, a Uber anunciou um investimento de R$ 5 milhões para continuidade desse compromisso ao longo dos próximos anos.

  • Argentino é condenado a 8 anos e 10 meses de prisão por colocar fogo na namorada em Santa Maria
    on fevereiro 18, 2020 at 6:35 pm

    Angel Gabriel Rolon, de 32 anos, foi julgado pelo crime de tentativa de feminicídio em júri realizado na segunda (17). Crime aconteceu em novembro de 2018, mulher teve mais da metade do corpo queimado. Angel Gabriel Rolon foi preso no final de novembro de 2018 e foi condenado a oito anos e 10 meses de prisão Polícia Civil/divulgação O argentino acusado de atear fogo na então namorada, em novembro de 2018, na cidade de Santa Maria, Região Central do estado, foi condenado a oito anos e 10 meses de prisão em júri realizado na tarde da segunda-feira (17). Ele está preso desde a época do crime. Angel Gabriel Rolon, de 32 anos, foi julgado pelo crime de tentativa de feminicídio e está preso desde a época do crime. O argentino confessou ter jogado combustível e ateado fogo em Bernarda Licitra Massolo que teve 53% do corpo queimado. O G1 tenta contato com a defensora do réu. Na época, ela foi atendida e ficou dez dias internada no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) em estado gravíssimo e depois voltou para a Argentina em um avião pago pelo governo de lá. Em Santa Fé, onde mora, ficou mais dois meses na UTI. O casal estava fazendo um mochilão pelo Brasil e fazia malabares no cruzamento para arrecadas dinheiro para seguir viagem. Rolon disse que agiu por ciúmes e que estava bêbado e sob efeito de drogas na noite do crime. Jovem argentina foi transferida do Hospital Universitário de Santa Maria de avião para Santa Fé Maurício Rebellato/ RBS TV Santa Maria

  • Chuva provoca danos e rajadas de vento chegam a 100 km/h na Fronteira Oeste do RS
    on fevereiro 18, 2020 at 3:17 pm

    Parte do telhado de uma escola foi arrancado em Santana do Livramento. Cerca de 12 casas foram destelhadas. Ventos causaram danos em Escola em Santana do Livramento Lucas Bello/RBS TV A chuva causou transtornos em Santana do Livramento, na Fronteira Oeste do estado, na manhã desta terça-feira (18). Parte do telhado da Escola Municipal Silveira Martins foi arrancado pelos ventos, que chegaram a 84, 2km/h às 5h. Segundo o responsável pela Defesa Civil da cidade, Miguel Pereira, cerca de 50% do telhado sofreu danos, mas as demais partes da estrutura não foram afetadas. "Os danos foram concentrados praticamente na mesma região por ação do vento. Além da escola, de 10 a 12 casas foram destelhadas." Em Uruguaiana, também na Fronteira Oeste, os ventos chegaram a 73,1km/h. Segundo a Defesa Civil, apenas uma casa foi danificada com o destelhamento parcial e uma árvore caiu na BR-472, a cerca de 40km da cidade. Na cidade de Dom Pedrito, na Região da Campanha, os ventos chegaram a 106,6km/h às 6h. Entretanto, o Corpo de Bombeiros da cidade não registrou nenhuma ocorrência de danos causados pelos ventos fortes. Em um dia, Uruguaiana registra 27% da chuva média prevista para todo o mês Temporal provoca queda de árvores e postes em Santana do Livramento



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *