Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

Alimentos e bebidas - Curso HACCP

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • Coronavírus no Paraná: veja as principais notícias sobre a pandemia
    on julho 15, 2020 at 1:27 am

    Acompanhe em tempo real a atualização das informações Coronavírus no Paraná: veja as principais notícias sobre a pandemia Acompanhe em tempo real a atualização das informações Confira perguntas e respostas sobre o assunto. Veja a playlist com os vídeos exibidos nos telejornais da RPC. Bem Aqui: com a plataforma da RPC é possível encontrar os estabelecimentos e serviços que estejam atendendo

  • Caminhoneiros relatam assaltos no Paraguai durante espera para atravessar Ponte da Amizade
    on julho 14, 2020 at 11:56 pm

    Objetos pessoais e alimentos dos motoristas estão sendo levados por ladrões. Polícia paraguaia diz desconhecer crimes. Caminhoneiros são alvos de ladrões no Paraguai Caminhoneiros brasileiros relatam assaltos durante a espera para atravessar a Ponte Internacional da Amizade e retornar ao Brasil. A Polícia Nacional do Paraguai diz desconhecer os crimes contra os motoristas. O caminhoneiro Natalício Caseres conta que acabou ficando sem os produtos que precisa para viajar. "Eu tinha duas caixas com os alimentos. Levaram tudo", afirma. Ele diz que é de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e entregou uma carga no país vizinho na semana passada, mas acabou sendo furtado na fila de caminhões que aguardavam retorno ao Brasil. "Você ficar quatro dias numa fila sem banho, sem poder ir ao banheiro, e ainda vem o ladrão e te leva tudo que você tem na caixa de comida", desabafa. Natalício afirma que muitos colegas tiveram celulares, carteira e documentos levados. "Você abre a caixa de comida de madrugada, o cara te enfia a faca e leva o celular", diz. Segundo ele, o sentimentos dos motoristas é de humilhação. "Nós estamos pedindo socorro", afirma. Desde que a fronteira foi fechada, em março deste ano, os caminhões estão autorizados a atravessar somente de segunda a sexta-feira. Com isso, estão levando mais tempo para sair de Ciudad del Este. O motorista Diego Alexandre Aliatti afirma que foi alvo de bandidos na semana anterior quando estava na fila. "Não temos segurança nenhuma. Levaram tudo que tínhamos para comer. Autoridade nenhuma deu suporte nenhum", diz. Na segunda-feira (13), a travessia atrasou ainda mais por causa de um protesto de paraguaios contra a dificuldade em trazer alimentos para o Brasil. Eles bloquearam o trânsito na Ponta da Amizade. A polícia paraguaia informou que acompanha as manifestações e que está garantindo a segurança na fronteira. Caminhoneiros relatam assaltos durante espera no Paraguai para retornar ao Brasil Foz Portal da Cidade/Reprodução Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

  • Marido de gestante morta pela Covid-19 no Paraná diz que mulher sonhava em ter menino: 'Estava superfeliz'
    on julho 14, 2020 at 11:49 pm

    Bebê nasceu após uma cesárea de emergência e está sendo cuidado pelo pai, com a ajuda da tia e da irmã. Vítima tinha 27 anos e morreu na sexta-feira (10). Daiane Padilha tinha 27 anos e morava em Telêmaco Borba Arquivo pessoal O marido de uma jovem que estava grávida e morreu por causa da Covid-19 disse que a mulher sonhava em ter um menino e estava feliz com a chegada do filho. Daiane Padilha era moradora de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais do Paraná, tinha 27 anos e morreu na sexta-feira (10). O bebê nasceu após uma cesárea de emergência e passa bem. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias DÚVIDAS: Perguntas e respostas sobre o assunto BEM AQUI: RPC tem plataforma com estabelecimentos e serviços que estão atendendo A vítima não chegou a conhecer o filho. O bebê já está em casa e está sendo cuidado pelo pai, com a ajuda da tia e da irmã, que tem oito anos. O pai da criança e marido de Daiane, Ricardo Almeida, contou que a mulher sonhava em ter um menino. "Estava superfeliz, ainda mais quando descobriu que era um menino. Ela esperava muito, até mesmo pelo momento de amamentar ele. Essa era uma das coisas que mais comovia ela, que ela mais queria", disse. Daiane estava internada desde 8 de junho e passou por cesárea Arquivo pessoal Ricardo e Daiane viajaram a trabalho em maio. Na volta, a jovem apresentou sintomas e, após ser internada, recebeu o diagnóstico da Covid-19. Os familiares testaram negativo. Daiane estava internada desde o dia 8 de junho no Hospital do Rocio, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. O corpo dela foi sepultado no sábado (11). "Enquanto ainda são só números, não são pessoas conhecidas, talvez você não tenha uma consciência total do assunto. Mas a partir do momento que passa a ser próximo a você, isso dói e marca muito", afirmou a irmã de Ricardo, Jussara Almeida. Ponta Grossa tem 780 casos e vítima de Telêmaco Borba morre pela doença após parto; mais Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.

  • Receita Federal doa 300 celulares apreendidos para aulas remotas de universidade do Paraná
    on julho 14, 2020 at 10:58 pm

    Segundo a Receita Federal, aparelhos foram apreendidos em Foz do Iguaçu e região; celulares serão usados por estudantes da Unicentro durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo a Receita Federal, 300 celulares foram doados para a Unicentro, nesta terça-feira (14) Receita Federal/Divulgação A Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, doou 300 celulares para a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), nesta terça-feira (14). Os aparelhos serão usados para as aulas remotas da universidade, durante a pandemia do novo coronavírus, segundo a Receita Federal. Os celulares foram apreendidos em fiscalizações na região de Foz do Iguaçu. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias DÚVIDAS: Perguntas e respostas sobre o assunto BEM AQUI: RPC tem plataforma com estabelecimentos e serviços que estão atendendo Conforme a Unicentro, que fica em Guarapuava, na região central do Paraná, as atividades presenciais da instituição foram suspensas em março de 2020 como medida sanitária. Por isso, foram adotadas atividades remotas e online nos 41 cursos de graduação. A universidade informou ainda que a doação ajudará uma parcela dos estudantes, que enfrenta dificuldade de acesso a recursos com internet e equipamentos eletrônicos. Segundo a Receita Federal, os celulares continuarão à disposição da universidade após o retorno das aulas presenciais. Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

  • VÍDEOS: Boa Noite Paraná de terça-feira, 14 de julho
    on julho 14, 2020 at 10:55 pm

    Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias de todas as regiões.

  • UTI para Covid-19 do Hospital Regional de Ponta Grossa lota pela segunda vez em quatro dias
    on julho 14, 2020 at 10:53 pm

    Administração da instituição informou que todos os 20 leitos disponíveis ficaram ocupados na tarde desta terça-feira (14). Situação também foi registrada na madrugada de sábado (11). Profissional de saúde no Hospital Regional Universitário de Ponta Grossa Jose Fernando Ogura/AEN Os leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) reservados para a Covid-19 no Hospital Regional Universitário de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, voltaram a ficar completamente lotados na tarde desta terça-feira (14). Atualmente, o hospital conta com 20 leitos de UTI que são exclusivos para pacientes com sintomas ou diagnóstico da doença. No sábado (11), a instituição também registrou lotação máxima durante a madrugada. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias DÚVIDAS: Perguntas e respostas sobre o assunto BEM AQUI: RPC tem plataforma com estabelecimentos e serviços que estão atendendo O Hospital Regional de Ponta Grossa é referência para o tratamento da Covid-19 na região dos Campos Gerais. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que atua com planejamento regionalizado de leitos e que pode redirecionar pacientes para outras unidades hospitalares do Paraná. Em relação aos leitos clínicos reservados para a Covid-19, 12 das 34 vagas disponíveis estavam ocupadas durante a tarde desta terça-feira, segundo o hospital. A instituição afirmou ainda que, entre os pacientes internados nas duas alas reservadas, 22 tiveram diagnóstico positivo para Covid-19 e outros sete aguardam análise. Três testaram negativo para a doença. Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.

  • Médico e clínica que cobravam de pacientes do SUS fecham acordo com multa de R$ 668 mil, diz MP
    on julho 14, 2020 at 10:48 pm

    Além da multa, houve suspensão de direitos políticos e proibição para contratar com o poder público por 3 anos. Pacientes eram atendidos em Ivaiporã, no norte do Paraná. Um médico e uma clínica de Ivaiporã, no norte do Paraná, fecharam um acordo para pagamento de multa de R$ 668,6 mil. De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), eles cobravam consultas e internações de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O acordo, que foi homologado judicialmente, também prevê a suspensão dos direitos políticos e a proibição por contratar com o serviço público por três anos para o médico Talel Nicolas Hosni e a Clínica Neurológica Santa Helena. O G1 entrou em contato com a defesa e aguarda retorno. Eles foram alvos de uma ação por improbidade administrativa proposta pela 2ª Promotoria de Justiça de Ivaiporã. A ação foi extinta após a homologação do acordo, em 4 de maio deste ano. A promotoria apontou que o médico atendia pacientes encaminhados pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde, nas dependências do serviço, em Ivaiporã, e encaminhava os pacientes do SUS para a clínica particular sob argumento de necessidade de exames que não são custeados pelo sistema público. Ele é o responsável técnico pela clínica que fechou o acordo, informou o MP-PR. O médico cobrava R$ 120 por exame e, com o resultado em mãos, alertava o paciente sobre a necessidade de internamento por causa da gravidade do problema, segundo a promotoria. A internação, que em geral durava dois dias, era em um hospital público. Para a internação, eram cobrados valores que variavam de R$ 900 a R$ 4 mil pagos para a clínica particular, que se comprometia a repassar os recursos para o hospital, conforme o MP-PR. No entanto, os valores pagos ao hospital eram inferiores aos recebidos pelo clínica, indicou a promotoria. Ainda de acordo com o MP-PR, houve um caso de uma paciente que pagou R$ 120 por um eletroencefalograma. Com o resultado, o médico alertou para o risco de morte e sugeriu a internação particular, cobrando R$ 2,7 mil. Depois, segundo a promotoria, foi constatado que não havia risco de morte e que o quadro da mulher não era de urgência ou emergência. Dinheiro para Covid-19 e idosos Conforme o MP-PR, R$ 200 mil foram destinados ao Recanto do Lar dos Velhinhos Santo Antônio, instituição de longa permanência de Ivaiporã. O local atende pessoas acima de 60 anos, a maioria em situação de extrema vulnerabilidade social. COVID-19: Paraná chega a 1.129 mortes e 44.870 casos O restante do dinheiro foi destinado ao Fundo Municipal de Saúde de Ivaiporã para ser usado em ações de enfrentamento ao novo coronavírus, informou a promotoria. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *