Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

Alimentos e bebidas - Curso HACCP

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • Polícia Civil investiga agressão a duas pitbulls na zona rural de Araxá
    on julho 14, 2020 at 11:39 pm

    Crime ocorreu no último fim de semana. Suspeito alega que agiu para se defender. Cadela com olho, focinho e rabo machucados em Araxá TV Integração/Reprodução A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar um caso de agressão a duas cadelas da raça pitbull em Araxá. Os animais foram feridos com um facão, na zona rural do município, durante o último fim de semana. As marcas da agressão ainda são visíveis nos animais. Uma delas está com dificuldades para andar, enquanto outra está com ferimentos no focinho e outras partes do corpo. A agressão aos animais foi flagrada pela estudante Isabela Corrêa de Souza. "Eu estava na propriedade e havia outro cachorro. Quando as cadelas viram o cachorro, elas correram. Nesse momento chamei meu pai, pois sou defensora de animais, então não queria que outro animal fosse atingido", explicou. Ela ainda completou relatando que foi surpreendida quando voltou ao local e os cachorros estavam sendo agredidos. "Quando eu voltei, eu vi ele [o agressor] dando golpes de falcão nas duas cadelas, elas sem apresentarem sintoma de estar causando algo ao agressor e ao outro animal." Segundo as denúncias, as duas cadelas foram atacadas por um vizinho da fazenda na qual a dona dos animais passava o fim de semana. “A partir do momento em que outra pessoa entra e agride um animal dentro de outra propriedade é invasão de propriedade”, completou Isabela. Ocorrência No dia da ocorrência, a Polícia Militar (PM) registrou um boletim de ocorrências. “Os cães estavam com cortes na cabeça, perto dos olhos, todos ensanguentados e com cortes grandes”, relatou a tenente da PM, Rosy Mary Beatriz dos Santos. Maus tratos de animais é crime desde 1998 e a pena prevista para o autor, caso seja comprovada a intenção de agredir o bicho, é de 3 meses a 1 ano de detenção, além de multa. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que já ouviu depoimento do responsável pela agressão. Na ocasião, ele disse que agiu em defesa própria. “Ele também apresentou elementos de que o cachorro dele teria sido atacado pelo cachorro da outra parte e que ele provocou as lesões no intuito de separar as agressões e defender para que os cachorros não entrassem na propriedade para atacar alguém que estava lá”, comentou a delegada Paula Dib. A equipe do MG2 entrou em contato com o advogado do suspeito, que disse que aguardará o inquérito e que o cliente agiu em “estado de defesa”, pois os cães entraram na propriedade e atacaram o cachorro dele, que também ficou ferido e precisou de atendimento veterinário.

  • Operação 'Kobold': denúncia contra Juliano Marques de Lacerda é arquivada e não vai a julgamento na Câmara de Nova Serrana
    on julho 14, 2020 at 11:01 pm

    Ele é um dos seis parlamentares afastados pelo Ministério Público por suposta contratação de assessores fantasmas. Outros três parlamentares foram absolvidos do processo de cassação e outros dois aguardam julgamento. Câmara de Nova Serrana arquiva processo de cassação de juliano Marques de Lacerda Câmara de Nova Serrana/Divulgação O vereador afastado Juliano Marques de Lacerda (PSD) teve o processo de cassação arquivado nesta terça-feira (14), pela Comissão Processante que avaliava a quebra de decoro do parlamentar. Ele é um dos seis vereadores afastados no ano de 2019, após a Operação "Kobold", que apura a suposta contratação de assessores fantasmas e a suposta prática de peculato. Veja também: Operação 'Kobold': Câmara de Nova Serrana indefere mais dois processos de cassação contra vereadores afastados Vereador afastado Gilmar Martins é absolvido em processo de cassação em Nova Serrana Até o momento, a Câmara já votou o processo de três parlamentares e todos eles foram absolvidos. Na terça-feira (14) ocorreu a de Valdir Rodrigues de Souza (PC do B), na segunda-feira (13) a do vereador Valdir Rodrigues Pereira (PC do B) e na semana passada foi votado o processo de Gilmar da Silva Martins (PV). Em nenhum dos casos a votação alcançou maioria absoluta dos votos no Legislativo, que precisariam ser nove de 13 parlamentares votantes. Processo arquivado O relatório final foi avaliado pela Comissão Processante nesta terça-feira (14) e, após leitura do parecer dado pelo vereador Jadir Antônio de Oliveira, que é o relator, a comissão optou por arquivar o processo devido ao prazo decadencial de 90 dias, que foi extrapolado. O processo de Juliano não foi votado dentro do prazo de 90 dias porque ele não compareceu à Câmara para esclarecimentos sobre o caso, o qual ele mesmo solicitou. O prazo começou a ser contato a partir do dia 15 de maio, quando tiveram início os trabalhos da Comissão Processante. "O vereador não assinou a notificação da reunião onde ele apresentaria a defesa, por esse motivo o prazo foi extrapolado. A comissão entende que o vereador e a defesa esquivaram do processo. Eles são os culpados do prazo decadencial ter sido extrapolado", destacou o relator. O G1 entrou em com o vereador Juliano Marques de Lacerda, mas ele não falou sobre o assunto até a última atualização desta reportagem. Cassações indeferidas A Câmara de Nova Serrana já indeferiu três processos de cassação contra vereadores afastados desde a Operação "Kobold". Foram eles: Valdir Rodrigues Pereira (PC do B), cuja votação foi finalizada na noite desta segunda-feira (13) e Valdir Rodrigues de Souza (PC do B), na qual a votação foi finalizada na tarde desta terça-feira (14). A primeira votação dos processos dos seis parlamentares ocorreu na semana passada. Na ocasião, o parlamentar Gilmar da Silva Martins (PV) também foi absolvido. Nas três situações o número de votos não foi suficiente para o cancelamento dos mandatos dos parlamentares. Mesmo diante da negativa de cassação, nenhum dos parlamentares vai retomar os seus mandatos, por ordem judicial. Outros julgamentos Os julgamentos dos demais vereadores afastados devem ser encerrados nesta semana. O próximo julgamento será do vereado Adair Lopes de Souza (Avante), que ocorre na quinta-feira (16). Já na sexta-feira (17) ocorrerá a sessão de votação do ex-presidente da Câmara, Osmar Fernandes Santos (Pros). Suposta contratação de assessores fantasmas As Comissões Processantes referentes aos procedimentos de cassação dos vereadores por suposta contratação de assessores fantasmas, seguem com as oitivas de testemunhas dos parlamentares. As oitivas tiveram início no mês de maio. Esta etapa é feita depois que os parlamentares envolvidos apresentaram defesa. Afastamento Os parlamentares foram afastados em decorrência de uma ação do MPMG em maio de 2019. Em dezembro do mesmo ano, a Câmara Municipal acatou a denúncia protocolada pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) instalando uma comissão para apurar os fatos referentes à denúncia. Foram denunciados pelo MPMG por causa da Operação "Kobold" os vereadores Adair Lopes de Souza (Avante), Gilmar da Silva Martins (PV), Juliano Marques de Lacerda (PSD), o então presidente da Câmara Osmar Santos (Pros), o vice-presidente do Legislativo Valdir Rodrigues de Souza (PCdoB), e Valdir Rodrigues Pereira (PCdoB). Além deles, também foram denunciados os assessores Sérgio Cássio de Oliveira, Adriana Aparecida da Silva, Elis Regina Batista, Alexandro de Oliveira Lima, Osmar Fernandes dos Santos, Yuri Anderson Amaral Estevão, Maria das Dores Gomes, Sheila Penha da Silva, Weverton Rodrigues de Morais Lima e Wagner Ribeiro de Oliveira. Vereadores denunciados pelo MPMG em Nova Serrana Câmara de Nova Serrana/Divulgação Dificuldade de notificação Os membros das comissões processantes apresentaram dificuldades para notificar os vereadores afastados, após permissão da Justiça. Segundo os grupos, apenas dois foram encontrados para notificação pessoalmente: Juliano Marques e Valdir das Festas. Comissões relatam dificuldade para notificar vereadores afastados da Câmara em Nova Serrana Todos os outros foram intimados por edital de notificação. A publicação foi realizada pela imprensa oficial e também divulgada nos murais da Câmara e da Prefeitura de Nova Serrana no último mês. Depois de notificados, os denunciados teriam o prazo de 10 dias para apresentar defesa prévia, por escrito, indicar provas e arrolar testemunhas para os respectivos procedimentos. Operação Em maio de 2019, o MPMG cumpriu 13 mandados; sete deles dentro da Câmara, nos gabinetes e no departamento pessoal do Legislativo. Os outros foram cumpridos nas casas dos vereadores investigados. Ao G1, o promotor à frente do caso, Ângelo Ansanelli Júnior, disse na ocasião que foram apreendidos dentro dos gabinetes computadores, celulares e diversos documentos ligados ao esquema investigado. Mais documentos ligados ao esquema e notebooks também foram apreendidos na residência de dois vereadores. Na casa de um deles, a polícia apreendeu uma arma de fogo sem os devidos registros. Os parlamentares não foram detidos e respondem ao processo em liberdade. Operação foi realizada na Câmara de Nova Serrana em 2019 Rafael Moreira/G1

  • Jovem é detido com mais de 300 papelotes, buchas e tabletes de cocaína e maconha em Pará de Minas
    on julho 14, 2020 at 10:30 pm

    Ocorrência foi registrada no fim da tarde desta terça-feira (14). Drogas foram apreendidas com o jovem durante a operação da PM em Pará de Minas Polícia Militar/Divulgação Um jovem de 18 anos foi detido, no fim da tarde desta terça-feira (14), com mais de 300 papelotes, buchas e tabletes de cocaína e maconha. A prisão foi feita após operação contra o tráfico de drogas realizada pela Polícia Militar (PM), no Condomínio Cecília Meireles, em Pará de Minas. Os militares receberam diversas denúncias anônimas sobre a infração e durante diligências, visualizaram o rapaz, que foi alvo das denúncias, dentro de um veículo de transporte por aplicativo. Ao perceber que seria abordado, ele tentou esconder uma sacola, mas não conseguiu. Com ele, a PM encontrou 47 papelotes brancos de cocaína, 285 buchas e oito tabletes de maconha, além de dinheiro e um celular. O jovem foi encaminhado para a Delegacia juntamente com a droga e os materiais apreendidos. Quem quiser denunciar anonimamente, pode entrar em contato através do número 181, auxiliando assim nas ações e operações da Polícia Militar de combate ao tráfico de drogas.

  • Trio é detido por suspeita de roubar fazenda em São Gotardo
    on julho 14, 2020 at 10:19 pm

    Crime ocorreu na madrugada desta terça-feira (14). Parte dos itens roubados foi recuperada pela Polícia Militar. Materiais apreendidos pela PM de São Gotardo Polícia Militar/ Divulgação Três jovens, de 19, 21 e 23 anos, foram detidos nesta terça-feira (14) suspeitos de participarem de roubo a uma fazenda no município de São Gotardo. De acordo com a Polícia Militar (PM), foram apreendidos com eles parte dos itens roubados, que foram reconhecidos pelas vítimas, além de quatro armas de fogo e uma réplica. Segundo a PM, a corporação foi acionada durante a madrugada para atender a ocorrência. Foi relatado à equipe que os suspeitos haviam levado dois veículos, diversos itens pessoais, além de dinheiro. Os militares conseguiram localizar os jovens, que estavam com parte dos itens roubados. Conforme a PM, apenas um dos dois veículos roubados foi recuperado. Ainda de acordo com os militares, os detidos são conhecidos do meio policial e têm diversas passagens por tráfico de drogas e roubo. Eles foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil do município.




  • Policiais civis do Norte de MG protestam contra o projeto de reforma da previdência
    on julho 14, 2020 at 11:57 pm

    Atos foram realizados nas delegacias regionais de Janaúba, Januária e Montes Claros. Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais afirma que a reforma irá retirar direitos dos servidores públicos. Ato realizado em frente à delegacia regional de Montes Claros Bruno Lima / Inter TV Policiais civis do Norte de Minas Gerais protestaram contra o projeto de reforma da previdência enviado à Assembleia Legislativa pelo governador Romeu Zema (NOVO). Os atos foram realizados em vários municípios do estado nesta terça-feira (14). Os manifestantes se reuniram em frente às delegacias regionais de Janaúba, Januária e Montes Claros. Os protestos duraram cerca de duas horas e houve paralisação de alguns serviços. Servidores da segurança pública fazem protestos no Noroeste de MG Servidores da segurança pública de MG se manifestam em frente à Assembleia Legislativa, em BH Segundo o diretor regional do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (Sindpol), Enmerson Mota, a reforma irá retirar direitos dos servidores públicos. “O governador quer acabar com nossa aposentadoria com esse pacote de maldade com esse projeto de lei”, falou. Mota explica que a proposta de reforma da previdência de minas gerais prevê alterações na idade mínima para aposentadoria no estado e no tempo de contribuição. “Não nos chamou pra conversar, não houve audiência pública, é uma coisa completamente autoritária. nós vamos fazer todos os movimentos dentro da legalidade pra barrar esse projeto. Se o governador não negociar, a polícia vai parar", disse o representante do sindicato. O que diz o Governo de MG Em nota, o Governo de Minas Gerais informou que a reforma da previdência segue um movimento mundial que busca garantir sustentabilidade para as aposentadorias. E disse ainda que as mudanças não afetam os benefícios já usufruídos pelos servidores e respeitam o direito adquirido, assim como o abono permanência. Servidores da segurança pública fazem protestos no Norte de MG Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.

  • Coronavírus: Veja a localização dos 571 casos confirmados da doença em Montes Claros
    on julho 14, 2020 at 11:19 pm

    De acordo com a Vigilância Epidemiológica, os pacientes estão distribuídos em 126 dos 220 bairros da cidade e nas comunidades rurais de Santa Bárbara e Mandaquaril. O Major Prates tem 34, o Maracanã tem 18 e o Ibituruna possui 17. Casos da Covid-19 nesta terça (14) em Montes Claros Prefeitura de Montes Claros A prefeitura de Montes Claros (MG) confirmou 90 novos casos da Covid-19 nesta terça-feira (14). Esse foi o maior número já divulgado pelo município em 24 horas. O total de pessoas que testaram positivo chega a 571, sendo 305 recuperadas e nove mortes. De acordo com levantamento da Vigilância Epidemiológica, os pacientes estão distribuídos em 126 dos 220 bairros da cidade e nas comunidades rurais de Santa Bárbara e Mandaquaril. O Major Prates tem 34, o Maracanã tem 18 e o Ibituruna possui 17. De acordo com o último boletim epidemiológico, Montes Claros tem 8.915 casos notificados e 619 seguem em investigação. Dos 571 casos positivos, 478 não têm comorbidades e 289 são mulheres. A maioria possui de 40 a 59 anos Leitos Nesta terça, 61 pacientes estão hospitalizados, 49 são de Montes Claros. A taxa de ocupação de leitos de UTI adultos é de 57% a dos clínicos é de 85%. Segundo os parâmetros da Secretaria de Estado de Saúde a situação é considerada aceitável até 78%, em alerta de 78% a 90% e acima do limite de segurança a partir de 90%. Montes Claros é referência de leitos para 95 municípios. Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.

  • PM prende dois homens suspeitos de assalto e recupera carro, joias, dinheiro e eletrônicos em Unaí
    on julho 14, 2020 at 10:58 pm

    Homem contou aos policiais que foi abordado quando chegava de carro em casa. Ele disse que foi ameaçado e obrigado a tentar sacar dinheiro em dois bancos. Carro da vítima foi encontrado pela PM Polícia Militar / Divulgação Dois homens, de 19 e 29 anos, foram presos nesta terça-feira (14) suspeitos de assalto. A Polícia Militar recuperou um carro, eletrônicos, R$ 2.450 e joias. O material foi roubado de uma casa no bairro Nossa Senhora Aparecida. Um homem contou aos policiais que chegava em casa de carro quando foi surpreendido por um criminoso armado, que anunciou o roubo. Em seguida, foi rendido, ameaçado e obrigado a entrar no imóvel. Ele ainda disse aos militares que teve carregar os objetos roubados no automóvel e foi liberado a 10 quilômetros da cidade, na LMG-628, onde conseguiu uma carona e retornou. Durante o trajeto, ainda foi obrigado a passar em dois bancos para tentar sacar dinheiro, mas os caixas já não estavam mais funcionando. Aparelhos eletrônicos recuperado pelos policiais Polícia Militar / Divulgação Durante as buscas, a PM teve informações de que um carro com a placa adulterada havia sido deixado perto do casa da vítima. O veículo estava com as placas pintadas com tinta preta. Os policiais permaneceram nas proximidades e viram os dois homens chegando de moto. Com o de 19 anos, foram localizados quase R$ 3 mil e as chaves de uma moto da vítima. Ele confessou o crime, afirmou que abandonou o carro roubado com os objetos no bairro Sagrada Família. O rapaz já foi preso anteriormente por tráfico de drogas, agressão, lesão corporal, ameaças, receptação e corrupção de menores. Com o de 29, nada foi encontrado. Ele disse que ofereceu uma carona para o jovem, que estava na ponte do Rio preto. A PM informou que a moto usada pelos dois tinha o lacre da placa rompido e estava com documento irregular. Os aparelhos eletrônicos foram encontrados em uma matagal e em um lote vago no bairro Kamayura. Os presos foram levados para a delegacia. Jóias e relógios também foram encontrados pelos militares Polícia Militar / Divulgação Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.

  • Homem cai ao montar andaime improvisado e é socorrido em Três Marias; ele não usava EPIs, dizem Bombeiros Voluntários
    on julho 14, 2020 at 8:35 pm

    Homem trabalhava em reforma de uma casa e caiu em cima de materiais de construção. Ele se queixava de dores nas costas e teve lesão na mão. Andaime improvisado que o homem utilizava Bombeiros Voluntários de Três Marias / Divulgação Uma homem foi socorrido pelos Bombeiros Voluntários de Três Marias após cair de uma altura de 12 metros enquanto fazia a montagem de um andaime improvisado nesta terça-feira (14). Ele trabalhava na reforma de uma casa no Centro da cidade. Segundo Fabrício Oliveira, coordenador dos Bombeiros Voluntários, o homem não usava nenhum equipamento de proteção. “Por se tratar de uma obra aparentemente menor, as pessoas acabam achando que nada de grave pode ocorrer. Por meio da NR 35, o Ministério do Trabalho e Economia determina a adoção de medidas de proteção do trabalhador e da estrutura em toda atividade acima de dois metros de altura”, explica. O homem de 46 anos caiu em cima de materiais de construção e se queixava de dores na região lombar e teve uma lesão na mão. Ele imobilizado e retirado do local com a ajuda de uma prancha. Após o resgate, foi levado para o hospital São Francisco. “Orientamos que sejam usados os andaimes apropriados para atividade em altura, com sistema de travamento. Que seja utilizada ainda o que chamamos de linha de vida, que é um cabo que é colocado de um lado para o outro, e deve estar fora da estrutura de andaimes, onde o cinto de segurança é atracado. Recomendamos ainda o uso dos equipamentos de proteção como capacetes, luvas e óculos”, explica. Fabrício Oliveira diz que os Bombeiros Voluntários orientaram a dona do imóvel sobre a importância e a obrigatoriedade em utilizar os equipamentos corretos. Local onde o homem caiu Bombeiros Voluntários de Três Marias / Divulgação Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *