Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Intro

  • Vídeos: MG2 TV Integração Centro-Oeste MG e Alto Paranaíba de segunda-feira, 11 de novembro
    on novembro 12, 2019 at 12:10 am

    Assista aos vídeo do telejornal com notícias do Centro-Oeste de Minas e Alto Paranaíba. Assista aos vídeo do telejornal com notícias do Centro-Oeste de Minas e Alto Paranaíba.

  • Detentos do regime semiaberto que estão no Presídio Floramar passam para a cumprir pena domiciliar em Divinópolis
    on novembro 11, 2019 at 11:40 pm

    Eles usarão tornozeleira eletrônica. Decisão da Justiça beneficia cerca de 60 presos que têm trabalho externo por parte de carta emprego. Presídio Floramar em Divinópolis TV Integração/Reprodução Cerca de 60 presos do regime semiaberto do Presídio Floramar, em Divinópolis, agora cumprem a pena em regime domiciliar, utilizando tornozeleira eletrônica. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (11) pela Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). A decisão foi concedida pela Justiça de Divinópolis para detentos que têm o benefício de trabalho externo por parte de carta emprego. O benefício aplicado aos presos passou a valer a partir do dia 7 de novembro. Segundo a Sejusp, as condições para o uso do aparelho, como horários a serem cumpridos e limitações de áreas, são determinadas pela Justiça. O monitoramento da tornozeleira é feito pelo Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), por meio da Unidade Gestora de Monitoração Eletrônica (UGME), que fica em Belo Horizonte. A pasta explicou que o equipamento instalado no preso é semelhante a um relógio de pulso e pesa cerca de 160 gramas. Depois de instalado, o interno não pertence mais à penitenciária e sim à unidade gestora, que passa a integrar o sistema de monitoração eletrônica. A UGME é responsável por monitorar, pelas tratativas de ocorrências geradas e pela interlocução com o Poder Judiciário, além do próprio monitorado.

  • Comissão da Câmara realiza reunião para tratar da situação do camelódromo em Divinópolis e Prefeitura não comparece
    on novembro 11, 2019 at 11:06 pm

    Município deu prazo até 1º de dezembro para a saída dos ambulantes da Rua São Paulo; associação pede prazo e local adequado para a mudança. O G1 procurou o Executivo. Reunião ocorreu nesta segunda-feira (11) em Divinópolis Câmara de Divinópolis/Divulgação A reunião marcada pela Comissão Especial da Câmara para tratar da situação do camelódromo de Divinópolis foi realizada nesta segunda-feira (11) e não contou com a participação da Prefeitura. O Executivo já disse que não tem acordo com relação a ampliação do prazo para a saída dos vendedores do local. Segundo a assessoria de comunicação do Executivo, os próprios ambulantes judicializaram uma ação na Justiça contra a mudança de local. Por esse motivo, a Prefeitura considera que não cabe enviar um representante, já que a decisão ficará a cargo do judiciário. O município deu prazo para que os ambulantes saiam da Rua São Paulo até 1º de dezembro, alegando impactos na mobilidade urbana. Reunião A reunião foi marcada pela Comissão Especial do Camelódromo, nomeada na última reunião ordinária realizada na quinta-feira (7). Os parlamentares Edsom Sousa (MSB), Janete Aparecida (PSD) e o Marcus Vinícios (Pros) integram a comissão. O encontro ocorreu no Plenarinho da Câmara e contou com a participação de três representantes da Associação dos Camelódromos, um da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros, a procuradora da Câmara e outros três vereadores. "O procurador adjunto da Câmara justificou que não poderia estar presente e no mais não houve nenhuma justificativa por parte da Prefeitura. A Comissão vai deixar de convidar e vai convocar os membros do Executivo", disse o vereador Edsom Sousa. A parlamentar Janete Aparecida também manifestou insatisfação pelo não comparecimento de representantes do Executivo. "Nenhum representante, de uma forma totalmente desrespeitosa. Então nós encaminhamos uma convocação para que estejam presentes nas próximas reuniões, sentados, conversando e dando ouvido na casa povo", disse. O comerciante Vicente de Paula, que trabalha no camelódromo, afirma que não foi oferecida nenhuma opção para os ambulantes. “A Prefeitura convocou para sair dia 1º , mas não ofereceu espaço. Simplesmente querem que a gente se desintegre, que as 84 famílias fiquem sem emprego. Eu já tenho 53 anos, não posso mais ir para rua. A rua cheia de ambulantes e eles preocupados em tirar o camelódromo", afirmou. A presidente da Associação dos Ambulantes, Maria Inês, reforçou que a categoria quer apenas um prazo. "A gente veio para pedir um prazo. É dali que tiramos o nosso sustento. Se for para tirar a gente dali que seja para um local público", destacou. Comerciantes têm até dezembro para deixar o local Reprodução/TV Integração Estudo ambiental Durante a reunião, a Comissão Especial questionou o Corpo de Bombeiros e a PM se há algum estudo que comprove o impacto ambiental de abertura da referida rua. "Os representes responderam que desconheciam a existência do estudo e assim vamos encaminhar ao comando das duas instituições, um ofício questionando se há ou não esta análise", explicou Edsom. Comissão Especial O objetivo da Comissão Especial é estudar e colher subsídios referentes ao fato do Executivo querer retirar os ambulantes da Rua São Paulo alegando projeto de mobilidade urbana. "Diante destes estudos vamos apresentar um relatório para a sociedade de Divinópolis. Ainda não temos uma opinião formada sobre o fato, por isso é importante realizarmos reuniões e mais ainda é importante que a Prefeitura compareça e se mostre aberta ao diálogo entre todas as partes interessadas e envolvidas. Todos compareceram nesta reunião, menos o Executivo", disse o vereador.

  • Jovem de Nova Serrana é detido pela PM com ecstasy e dinheiro em Divinópolis
    on novembro 11, 2019 at 10:55 pm

    Segundo a polícia, o suspeito venderia a droga na cidade nesta segunda (11). Droga foi apreendida e levada para a delegacia de Polícia Civil de Divinópolis Polícia Militar/Divulgação Um jovem de 22 anos foi detido com 146 comprimidos de ecstasy na Rua Goiás, no Centro de Divinópolis, nesta segunda-feira (11). Segundo informações da Polícia Militar (PM), a prisão ocorreu após levantamentos sobre o suspeito que é de Nova Serrana. Ainda conforme apurações dos militares, o jovem estaria de deslocando para Divinópolis com o intuito de vender as drogas sintéticas nesta segunda-feira. Após monitoramento, o suspeito foi detido na Rua Goiás com os comprimidos de ecstasy e dinheiro. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido.




  • IFNMG oferece mais de 200 vagas em sete cursos técnicos gratuitos
    on novembro 12, 2019 at 11:01 am

    Oportunidades são para o Campus de Araçuaí e os interessados podem se inscrever até a próxima sexta-feira (15). O Instituto Federal do Norte de Minas está oferecendo 255 vagas para cursos técnicos presenciais no Campus de Araçuaí. As vagas são distribuídas em sete cursos gratuitos e os interessados podem se inscrever até a próxima sexta-feira (15). A seleção será por meio das notas do ensino fundamental ou do ensino médio dependendo da modalidade do curso. Segundo o IFNMG, nos cursos técnicos da modalidade integrado, o aluno vai estudar a partir do primeiro ano do ensino médio e fará, ao mesmo tempo, as disciplinas técnicas. Na modalidade concomitante, o aluno deve estar cursando o 2º ou o 3º ano do ensino médio em outra escola. Para fazer um curso técnico na modalidade subsequente, o aluno precisa ter concluído o ensino médio. As inscrições podem ser feitas pela internet e o candidato que não tiver acesso pode procurar o Campus Araçuaí, que fica fazenda do Meio Pé da Serra, s/n, BR 367, km 278. Outras informações acesse o edital. Confira as vagas disponíveis Veja mais notícias da região no G1 Grande Minas.

  • Polícia Civil prende líder do tráfico de drogas em Monte Azul
    on novembro 12, 2019 at 9:12 am

    Homem já tinha sido alvo da Operação Tabernam que desarticulou um grupo que atuava com o tráfico de drogas na região. Polícia prende líder do tráfico de drogas em Monte Azul Polícia Civil/Divulgação A Polícia Civil prendeu um dos líderes de uma facção criminosa que atuava no tráfico de drogas em Monte Azul (MG) nesta segunda-feira (11). O homem de 37 anos já tinha sido alvo da Operação Tabernam, realizada em agosto deste ano, 44 mandados judiciais forma expedidos e 21 pessoas foram detidas, entre elas, quatro adolescentes. Ele havia sido colocado em liberdade. Segundo as informações do delegado João Paulo Ladeira, o investigado foi alvo de um mandado de prisão temporária, mas agora está preso preventivamente, ou seja, permanece recolhido por prazo indeterminado. "Trata-se de um indivíduo perigoso, que ocupava um cargo de liderança em um grupo criminoso. Essa é uma resposta para a sociedade, que demonstra o nosso compromisso com a população. E serve também como recado para quem comete com esses delitos, a Polícia Civil está atuando na repressão qualificada de crimes", destaca. O homem de 37 anos foi foi levado para o presídio da cidade. Ele ainda teve a casa, um sítio e um automóvel sequestrados, a suspeita é de que os bens possam tr sido adquirido com a venda de drogas. Sobre a operação A Operação Tabernam foi desencadeada em 29 de agosto deste ano. Na ocasião, a Polícia Civil apreendeu drogas, jóias, celulares, veículos e R$ 3.500 em espécie. As investigações começaram há aproximadamente três meses e o serviço de inteligência descobriu que um dos traficantes anunciava a venda das drogas pela internet. O nome da operação vem do Latim e significa "loja", uma referência a "lojinha DK 28/48", grupo criado em um rede social para vender as drogas. “Ele vendia os entorpecentes em uma página nas redes sociais. As drogas eram comercializadas na cidade e para traficantes que levavam para a zona rural. Dois bares também funcionavam como pontos principais de venda e foram interditados. Os proprietários foram presos e um deles é apontado como um dos líderes do esquema”, explicou o delegado Eujécio Cotrim que comandou a operação na época.

  • Em Curral de Dentro, Polícia Civil recupera carga roubada e liberta motorista mantido refém
    on novembro 11, 2019 at 8:47 pm

    No momento em que os policiais chegaram, criminosos faziam o transbordo da carga, avaliada em R$ 820 mil. Motorista foi abordado em posto de combustíveis em Montes Claros. Caminhão onde a carga estava Polícia Civil / Divulgação Uma carga de produtos de beleza avaliada em R$ 820 mil foi recuperada na zona rural de Curral de Dentro (MG). A Polícia Civil chegou até o local onde o caminhão estava no momento em que os criminosos faziam o transbordo do material para outro veículo. O motorista, mantido refém, foi libertado pelos policiais. O condutor ficou com os bandidos por cerca de 20 horas. Segundo informações fornecidas pela Polícia Civil nesta segunda-feira (11), o condutor foi abordado por dois criminosos armados em um posto de combustíveis em Montes Claros (MG), outros cinco se juntaram ao grupo. Carga já estava dentro de caminhão usado pelos criminosos Polícia Civil / Divulgação Em seguida, o condutor foi obrigado a seguir para outro posto em Divisa Alegre (MG), onde os assaltantes desativaram o sistema de rastreamento do veículo e seguiram sentido a BR-251. O caminhão foi levado para um matagal, onde a carga foi retirada. Após levantamento, os policiais conseguiram chegar até o lugar onde os criminosos estavam. Com a chegada da viatura, eles fugiram. Foram recuperados a carga e o caminhão da vítima. O caminhão e um carro, com placa de Salvador (BA), usados pelos assaltantes foram apreendidos. A carga está na Delegacia de Pedra Azul. A seguradora está providenciando o transporte da carga, que deve ser feito nesta terça-feira (12). Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.

  • Criminosos que comemoravam roubos nas redes sociais são detidos em MG
    on novembro 11, 2019 at 7:13 pm

    Segundo a Polícia Civil, eles faziam imagens ostentando armas. Grupo é suspeito de envolvimento em mais de 40 roubos, três integrantes foram detidos em Cachoeira do Pajeú. Assaltantes exibiam armas em redes sociais Reprodução / Redes Sociais Três jovens, dois de 17 anos e um de 18, foram detidos logo depois de roubarem um caminhoneiro na zona rural de Cachoeira do Pajeú (MG). Segundo as informações da Polícia Civil, eles fazem parte de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime e que é investigada em pelo menos 40 assaltos. A ocorrência foi divulgada nesta segunda-feira (11). As investigações identificaram que os integrantes do grupo tinham o hábito de gravar vídeos e fazer fotos para divulgar nas redes sociais. Eles exibem armas, inclusive, comemoram os resultados da ação criminosa. Um dos detidos, de 17 anos, aparece nas imagens e já foi apreendido outras três vezes por ato infracional análogo aos crimes de roubo e saque de carga. A suspeita é de que o grupo seja composto por pelo menos 15 criminosos, muitos já chegaram a ser presos e foram soltos. Segundo o relato das vítimas, eles usam de ameças e agressões para cometer os roubos. Em um dos casos, abordaram um casal com o filho de 12 anos. Os bandidos ordenaram que a família corresse para o meio de um matagal de madrugada, debaixo de chuva. Os três foram detidos depois que um caminhoneiro acionou a polícia e informou que foi assaltado na BR-251, enquanto trafegava em baixa velocidade . Ele contou que os bandidos apontaram uma arma e ordenaram que parasse o veículo. Em seguida, roubaram dinheiro e pertences dele e fugiram. O condutor relatou ainda que, logo após o abordarem, os assaltantes fizeram outra vítima, que vinha atrás. Materiais apreendidos pela Polícia Civil Polícia Civil / Divulgação De acordo com a Polícia Civil, os três são moradores do Povoado de Cariri, que fica em Cachoeira do Pajeú (MG), onde foram detidos. Os policiais fizeram a abordagem no momento em que eles estavam se preparando cometer outro assalto na BR-251. Eles tentaram fugir, mas foram contidos. Os envolvidos confessaram que tinham tentado abordar três vítimas, sem sucesso. A Polícia Civil informou que o dinheiro roubado do caminhoneiro estava com eles. Uma arma, uma touca ninja e uma lanterna também foram apreendidas com eles. A vítima reconheceu os três como sendo os assaltantes. O maior de idade foi levado o Presídio de Pedra Azul (MG), os menores foram liberadas por conta de falta de lugar para a internação deles. Assaltantes detidos com os policiais que atuaram na ocorrência Polícia Civil / Divulgação Veja outras notícias da regiaõ em G1 Grande Minas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *