Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

Alimentos e bebidas - Curso HACCP

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • VÍDEOS: Pacientes denunciam demora para realizar cirurgias eletivas no AM; veja destaques do JAM 2
    on julho 15, 2020 at 12:31 am

    Confira destaques do JAM 2ª Edição desta terça-feira, 14 de julho de 2020. Confira destaques do JAM 2ª Edição desta terça-feira, 14 de julho de 2020.

  • Paradas de ônibus são desativadas em Manaus por conta de obras de novas estações de transferência
    on julho 15, 2020 at 12:10 am

    Plataformas para atendimento ao transporte coletivo serão desativadas, temporariamente, nas avenidas Constantino Nery, Torquato Tapajós e Max Teixeira. Estações Arena, Santos Dumont e Parque das Nações seguirão os moldes da estação São Jorge. Divulgação/Semcom A partir desta quarta-feira (15), sete paradas de ônibus em plataformas de Manaus serão desativadas por conta de obras das novas estações de transferência, realizadas pela Prefeitura de Manaus para reestruturação do sistema. Serão desativadas, temporariamente, paradas no canteiro central das avenidas Constantino Nery, Torquato Tapajós e Max Teixeira. Durante a desativação temporária, segundo a Prefeitura, os ônibus mantêm o trajeto normal nessas avenidas e vão atender os passageiros em paradas da faixa à direita. Serão desativadas as plataformas centrais em frente à Arena da Amazônia, nas proximidades do conjunto Santos Dumont e a em frente à antiga empresa Philips. Na avenida Max Teixeira, também serão interditadas quatro plataformas situadas no trecho entre a avenida Torquato Tapajós e avenida Francisco Queiroz, via principal de acesso para o conjunto Manoa. As estações Arena, Santos Dumont e Parque das Nações seguirão os moldes da estação São Jorge, que integra o complexo viário Ministro Roberto Campos, na Constantino Nery. Segundo a prefeitura, as novas estruturas vão ampliar o atendimento do transporte coletivo e dar mais agilidade no embarque e desembarque aos usuários do sistema. As demais plataformas serão reativadas após o término dos serviços. Complexo viário da Constantino Nery começa a funcionar Confira as mudanças Na avenida Max Teixeira, as linhas 300, 357, 448 e 640 que faziam parada nas plataformas centrais passarão a atender os passageiros nas paradas do lado direito da via. Da mesma maneira, nas avenidas Constantino Nery e Torquato Tapajós, as linhas 208, 300, 324, 326, 356, 357, 448, 454, 500, 560 e 640 também irão atender na faixa à direita das vias. Já as linhas que faziam parada na plataforma Arena passarão a atender na plataforma do Hemoam, em virtude da faixa exclusiva do transporte coletivo. Ainda na Constantino Nery, haverá a desativação do ponto de parada (sentido Centro/bairro) em frente ao hospital da Unimed e reativação do ponto de parada localizado após a Igreja de São Geraldo. Haverá também a reativação do ponto de parada (sentido bairro/Centro) em frente ao ginásio René Monteiro, além da desativação do ponto de parada (sentido bairro/Centro) localizado nas proximidades da Igreja Universal. O ponto de parada em frente ao colégio Preciosíssimo Sangue será reativado. Na Torquato Tapajós, ocorrerá a desativação do ponto de parada (sentido Centro/bairro) localizado próximo ao supermercado Baratão da Carne. Dessa forma, será implantado um abrigo nas proximidades do bar Cidade Okê (sentido bairro/Centro) e desativação dos pontos localizados na praça e antes da entrada do conjunto Santos Dumont. Quanto à avenida Max Teixeira, estão previstas as seguintes mudanças: implantação de pontos de parada localizados nas proximidades da plataforma do Colégio Militar (sentido bairro/centro e Centro/bairro), e no lado oposto ao frigorífico Vitello (sentido Centro/bairro); implantação de ponto de parada (placa), após a entrada do Vitello (sentido bairro/Centro). O IMMU dispõe do telefone (WhatsApp) (92) 98802-3504 para receber reclamações de usuários em caso dúvidas ou sugestões no atendimento do transporte coletivo.

  • Hospital em Manaus inaugura memorial em homenagem a profissionais que atuam no combate à Covid-19
    on julho 14, 2020 at 11:59 pm

    Nomes de mais de mil profissionais do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo estão em parede do auditório da unidade. Doença já infectou mais de 85 mil pessoas no Estado. Memorial foi inaugurado nesta terça-feira (14). Divulgação/Susam O Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus, inaugurou um memorial, nesta terça-feira (14), em homenagem aos profissionais da unidade que atuam no combate à pandemia do novo coronavírus. Até esta terça-feira (14), mais de 85 mil pessoas foram infectados no Amazonas, e mais de 3 mil morreram com a Covid-19. Em uma parede do auditório da unidade estão os nomes de mais de mil profissionais do hospital, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de serviços gerais, maqueiros, vigilantes, cooperativas e profissionais que se trabalharam no atendimento dos pacientes com Covid-19 durante o pico da doença no estado. Para a coordenadora do Núcleo de Vigilância em Saúde e Qualidade do Hospital, Michele Oliveira, o momento mostrou a importância da união da equipe, que contribuiu para a qualidade do paciente. Ela também ressaltou que o objetivo da iniciativa foi exaltar o profissional que estava na linha de frente do hospital. A diretora do HPS, Aída Cristina Tapajós, ressaltou que o reconhecimento é uma forma de incentivar aqueles que atuam na no hospital e que vivem uma rotina de grandes responsabilidades, por serem responsáveis pelas vidas de centenas de pessoas. Ela também destacou o orgulho de comandar a unidade. “Tem sido um orgulho trabalhar com essa equipe tão dedicada. É uma honra estar aqui e que todos esses heróis sejam homenageados a cada momento, não só na pandemia, mas que depois que ela passar”. Entre os profissionais homenageados estavam os integrantes da equipe de maqueiros, que muitas vezes acabam passando despercebidos na correria diária de uma unidade de saúde. O maqueiro Aluízio Craveiro foi um dos profissionais reconhecidos. Ele falou sobre como foi passar esse momento. “Foi um momento muito difícil ver o sofrimento das famílias e não poder fazer nada, sofrendo junto com as famílias pelo que estava acontecendo. Era o nosso serviço estar sempre pronto para ajudar”. Além da equipe de profissionais da unidade, a cerimônia contou com a presença de pacientes que venceram a doença e de familiares daqueles pacientes que perderam a vida por conta da Covid-19. Para essas pessoas, foram entregues placas de homenagem. Redução da Covid-19 no AM Até esta segunda-feira (13), o Amazonas registrava mais de 84 mil infectados, com mais de 3 mil mortes por Covid-19. O número de recuperados ultrapassou a marca de 70 mil. Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), no domingo (12), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era de 44% e a taxa de UTI não-Covid era de 71%. Em relação aos leitos clínicos Covid, a taxa de ocupação estava em 36% neste domingo, já os leitos não-Covid registravam 67% de ocupação. A pandemia de Covid-19 levou, entre abril e maio, o sistema público de saúde ao colapso, com quase 100% dos leitos ocupados. Diversas unidades de saúde tiveram contêineres frigoríficos instalados para comportar a quantidade de corpos de pessoas mortas com a doença. A retirada desses frigoríficos foram anunciadas no dia 20 de junho. Até o início de maio, mais de 860 estavam hospitalizadas. A partir daí, por seis semanas consecutivas, a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) passou a observar uma redução significativa nesses números. Governo do Amazonas retira câmaras frigoríficas que estavam ao lado de hospitais em Manaus Initial plugin text

  • Contêiner de carreta se desestrutura após colidir contra limitador de altura em Complexo Viário de Manaus
    on julho 14, 2020 at 11:28 pm

    Contêiner levava carga de madeira no momento do acidente. Veículo bloqueou parte da Avenida São Jorge, na tarde desta terça (14). Carreta que se desestruturou levava carga de madeira. Patrick Marques/G1 AM Uma carreta colidiu contra um limitador de altura do Complexo Viário Ministro Roberto Campos, no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus, na tarde desta terça-feira (14). O contêiner da carreta, que estava com uma carga de madeira, se desestruturou com a colisão e o veículo bloqueou parte da Avenida São Jorge. De acordo com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), o acidente aconteceu por volta de 16h. A carga de madeira que estava na carreta não caiu na Avenida, mas uma das vias ficou interditada enquanto o veículo aguardava retirada do material e remoção do contêiner. O motorista do caminhão permaneceu no local e estava abalado com o ocorrido. Policiais militares do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Amazonas (BPAMB) estiveram no local e constataram que ele tinha um Documento de Origem Florestal (DOF) que legaliza a madeira. O acidente não deixou feridos. Os agentes do IMMU isolaram uma das três faixas da via para a retirada do veículo do local. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19

  • AM contabiliza 1.388 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h e chega a 85,8 mil infectados
    on julho 14, 2020 at 10:52 pm

    Boletim desta terça (14) também aponta 16 novos óbitos, totalizando 3.064 mortes por Covid-19 no estado. Pacientes internados em hospital de campanha em Manaus. Felipe Dana/AP O Amazonas contabilizou mais 1.388 casos confirmados de Covid-19, nesta terça-feira (14), e chegou a um total de 85.800 infectados pela doença, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). O boletim também aponta que 16 novos óbitos foram confirmados, totalizando 3.064 pessoas que morreram com o novo coronavírus. Segundo o boletim, 71.958 pessoas já se recuperaram da doença. Outras 10.778 pessoas com diagnóstico de Covid-19 se encontram internadas ou em isolamento domiciliar. O Governo do Amazonas havia realizado, até segunda-feira (13), 187.940 testes para Covid-19. No Amazonas, há 236 pacientes internados entre os casos confirmados de Covid-19, sendo 167 em leitos clínicos (11 na rede privada e 156 na rede pública) e 69 em UTI (13 na rede privada e 56 na rede pública). Há ainda outros 104 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 74 estão em leitos clínicos (27 na rede privada e 47 na rede pública) e 30 estão em UTI (13 na rede privada e 17 na rede pública). Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), nesta segunda-feira (13), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era de 45%, e a taxa de UTI não Covid era de 68%. Em relação aos leitos clínicos Covid, a taxa de ocupação estava em 36% nesta segunda; já os leitos não Covid registravam 72% de ocupação. No final de abril, a taxa de ocupação na rede pública chegou a quase 100%. Municípios com Covid-19 Dos 85.800 casos confirmados no Amazonas até esta terça-feira (14), 31.053 são de Manaus (36,19%) e 54.747 do interior do estado (63,81%). Nesta edição, seis municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim. Manaus (31.053); Coari (6.148); Manacapuru (3.265); São Gabriel da Cachoeira (3.033); Tefé (3.013); Parintins (2.931); Itacoatiara (1.830); Tabatinga (1.566); Barcelos (1.529); Benjamin Constant (1.478); Humaitá (1.519); Presidente Figueiredo (1.475); Iranduba (1.388); Autazes (1.092); Maués (1.065); Alvarães (1.058); Santo Antônio do Içá (1.021); Careiro (1001); Eirunepé (974); Tapauá (845); Santa Isabel do Rio Negro (865); São Paulo de Olivença (792); Lábrea (777); Barreirinha (718); Boca do Acre (717); Fonte Boa (712); Anori (709); Rio Preto da Eva (681); Atalaia do Norte (641); Nova Olinda do Norte (621); Carauari (606); Uarini (597); Borba (582); Guajará (580); Pauini (576); Itapiranga (549); Novo Aripuanã (548); Tonantins (519); Urucurituba (506); Beruri (481); Amaturá (468); Manicoré (494); Itamarati (429); Urucará (424); Anamã (370); Manaquiri (367); São Sebastião do Uatumã (324); Japurá (316); Jutaí (302); Juruá (299); Boa Vista do Ramos (257); Maraã (264); Novo Airão (239); Nhamundá (192); Silves (185); Caapiranga (172); Codajás (168); Canutama (143); Careiro da Várzea (116); Ipixuna (83); Apuí (78); Envira (49). Mortes no AM Entre pacientes em Manaus, há o registro de 1.914 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 55 municípios com óbitos confirmados até o momento, em um total de 1.150. Outros 51 óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) estão sendo acompanhados. Dentre estes, 43 estão em investigação epidemiológica e oito aguardam resultado laboratorial. Ao todo, 486 foram descartados para o novo coronavírus. Manaus (1.914); Manacapuru (129); Coari (95); Parintins (91); Tefé (81); Tabatinga (75); Itacoatiara (58); São Gabriel da Cachoeira (48); Iranduba (46); Humaitá (39); Autazes (32); Maués (31); Benjamin Constant (27); Barcelos (24); Presidente Figueiredo (20); Nova Olinda do Norte (20); Santo Antônio do Içá (20); Borba (20); São Paulo de Olivença (19); Fonte Boa (17); Jutaí (15); Tonantins (14); Careiro (14); Lábrea (14); Rio Preto da Eva (14); Alvarães (13); Manaquiri (12); Anori (11); Boca do Acre (11); Manicoré (10); Santa Isabel do Rio Negro (10); Novo Aripuanã (9); Amaturá (8); Uarini (8); Barreirinha (8); Beruri (7); Carauari (7); Itapiranga (6); Novo Airão (6); Urucará (6); Nhamundá (5); Tapauá (5); Silves (4); Careiro da Várzea (4); Caapiranga (4); Pauini (4); Atalaia do Norte (4); Urucurituba (4); Juruá (4); Maraã (4); Codajás (3); Itamarati (3); Guajará (3); Boa Vista do Ramos (2); Japurá (1); São Sebastião do Uatumã (1). Amazonas pode estar se beneficiando de uma possível imunidade de rebanho de Covid-19 Initial plugin text



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *