Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

HACCP - curso de higiene alimentar de alimentos e bebidas.

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • Carnaval: voos para Maceió estão entre os mais procurados
    on fevereiro 18, 2020 at 7:48 pm

    A capital alagoana voltou a aparecer na lista dos destinos mais procurados por turistas para o período do Carnaval. Segundo um levantamento pedido pelo portal de notícias G1, as plataformas de busca de passagens aéreas Kayak, Google Voos e MaxMilhas apontaram Maceió entre os 10 destinos mais procurados do País para o feriado e um dos cinco destinos do Nordeste preferidos pelos turistas durante o período. A pesquisa aponta ainda que o Nordeste se destaca como a região do País que mais atrai interessados por passagens para curtir a folia. Entre as cidades mais buscadas, junto com Maceió, aparecem destinos tradicionais como Salvador e Recife, além de Fortaleza e Porto Seguro (BA). Na lista que abrange outras regiões, Maceió aparece no ranking geral junto a destinos como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. De acordo com o secretário municipal de Turismo, Esporte e Lazer, Jair Galvão, estar novamente na lista de destinos mais procurados para o Carnaval comprova que a tranquilidade da capital alagoana durante o feriadão é um diferencial frente a outros destinos. “Os turistas que procuram Maceió para passar o Carnaval buscam tranquilidade, sol e mar, experiências gastronômicas, passeios turísticos e conforto na hospedagem, critérios que o destino, considerado uma cidade-resort, atende com excelência. A cidade é ideal para quem procura relaxar, mas também pode oferecer opções de lazer em polos culturais distribuídos por diversos bairros, assim como na orla marítima”, afirmou. Diferenciais como uma orla bem estruturada e a facilidade no deslocamento e proximidade com outros destinos do litoral alagoano são determinantes para que a capital alagoana ocupe posição de destaque nos rankings das principais agências e operadoras de viagem do Brasil. Dessa maneira a cidade também aparece como um dos destinos mais procurados para o Carnaval por turistas estrangeiros, como aponta a Decolar, maior empresa de viagens online do Brasil e da América Latina. Segundo o levantamento, a capital alagoana aparece na sexta posição do ranking de destinos brasileiros preferidos dos viajantes internacionais, desbancando concorrentes históricos, como Natal (RN) e Fortaleza (CE).

  • Análise mostra contaminação em mais 14 lotes de cerveja Backer
    on fevereiro 18, 2020 at 7:34 pm

    Perícia feita pelo Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA/MG) detectou traços de pelo menos um dos elementos contaminantes etilenoglicol e dietilenoglicol - substâncias altamente tóxicas e impróprias para consumo humano - em mais 14 lotes de cervejas feitas pela Backer. Os lotes contaminados foram produzidos entre julho de 2019 e janeiro de 2020. No total, 55 lotes de rótulos diversos da cervejaria já foram considerados contaminados. Além dos rótulos mais conhecidos - a cerveja Belorizontina e a Capixaba -, as marcas Backer Pilsen, Backer Trigo, Brown, Backer D2, Capitão Senra, Corleone, Fargo 46, Layback D2, Pele Vermelha e Três Lobos Pilsen também tiveram resultado positivo para substâncias que não deveriam fazer parte da fórmula da cerveja. A fiscalização foi feita de acordo com os protocolos higiênico-sanitários estabelecidos pelo ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e faz parte do processo de regularização da cervejaria Backer. De acordo com o ministério, a contaminação deve ser tratada como caso isolado, e não apresenta qualquer risco à produção de cervejas em escala nacional ou de outras cervejarias.

  • Marx Beltrão defende menos impostos para combustíveis no Brasil
    on fevereiro 18, 2020 at 7:12 pm

    O deputado federal Marx Beltrão (PSD), coordenador da bancada alagoana no Congresso Nacional, fez um apelo nesta terça-feira (18) na tribuna da Câmara dos Deputados, em Brasília, ao presidente Jair Bolsonaro pedindo que o “governo federal, de fato, atue no sentido de buscar uma negociação coerente junto aos estados a fim de se reduzir os impostos cobrados sobre os combustíveis no Brasil”. No último dia 6 de fevereiro, o presidente Bolsonaro disse que “a proposta de zerar o imposto sobre os combustíveis se os Estados toparem cortar o ICMS não seria “populismo” – como teria sido dito por 2 governadores que ele não citou –, mas sim “vergonha na cara”.“Chega desse povo sofrer. Isso não é demagogia. Dois governadores que estão me criticando… Isso não é populismo, é vergonha na cara. Ou você acha que o povo está numa boa? Está todo mundo feliz da vida com o preço do gás, com o preço da gasolina, com o preço do transporte?”, questionou o presidente da República. “O fato é que a população não agüenta mais pagar quase 5 reais por um litro de gasolina. Todos perdem com esta carga tributária exorbitante. As alíquotas cobradas sobre o consumo de gasolina, diesel e etanol no Brasil são extremamente elevadas, encarecendo demais o preço final na bomba. E todos perdem com isso. Defendo menos impostos e combustíveis mais baratos tanto para o motorista, quanto para os empreendedores, empresas. Todos ganhariam com uma taxação menor dos combustíveis” afirmou Marx Beltrão. Segundo um levantamento realizado pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis), a carga tributária da gasolina já corresponde a 59,2% do preço cobrado ao consumidor nos postos. Cinquenta anos atrás, quando a Petrobras foi criada, os impostos correspondiam a apenas 4,8% dos preços na bomba. Ou seja, com o passar dos anos, diversos tributos foram anexados ao produto para que hoje ele chegasse a esse valor exorbitante que é cobrado do consumidor. O mercado da gasolina no Brasil hoje é regulamentado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e pela Lei Federal 9.478/97 (Lei do Petróleo). Esta lei flexibilizou o monopólio do setor petróleo e gás natural, até então exercido pela Petrobras, tornando aberto o mercado de combustíveis no país. Dessa forma, desde janeiro de 2002, as importações de gasolina foram liberadas e o preço passou a ser definido pelo próprio mercado. Os preços nos postos de todo o país são monitorados pela ANP por meio de pesquisas semanais.

  • Sertão: Prefeitura abre concurso público para 200 vagas
    on fevereiro 18, 2020 at 7:11 pm

    A Prefeitura de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas, divulgou nesta terça-feira (18) edital de concurso público para preenchimento de 200 vagas em cargos efetivos no município, nos níveis fundamental, médio e superior, com salários entre R$ R$ 1.045 e R$ 2.290. A maioria das vagas (111) é para professor de atividades (nível médio). Há vagas ainda para eletricistas, agentes administrativos, técnicos em várias áreas, agrônomo, professor, analista de controle interno, arquiteto, assistente social, biólogo, contador, enfermeiro, nutricionista, médico, odontólogo, turismólogo, psicólogo e professor de diversas disciplinas. As inscrições, cujas taxas variam entre R$ 80 e R$ 120, serão realizadas a partir do dia 24 deste mês, exclusivamente pela internet, nos sites www.delmirogouveia.al.gov.br e www.admtec.org.br. O edital completo também pode ser conferido nas páginas eletrônicas.

  • Maceió ganha seis posições Índice de Desafios da Gestão Municipal
    on fevereiro 18, 2020 at 6:39 pm

    Foi divulgado nesta terça-feira, dia 18, o estudo do Índice de Desafios da Gestão Municipal (IDGM) 2020 que apresenta uma análise da evolução recente das 100 maiores cidades brasileiras e que representam metade do PIB brasileiro. No estudo a cidade de Maceió subiu seis posições O estudo é feito com base no IDGM, indicador sintético que reúne 15 indicadores em quatro áreas essenciais para a qualidade de vida da população que são educação,  saúde, segurança e  saneamento e sustentabilidade. Conforme os pontos analisados, Maceió está na 89ª melhor posição entre os 100 maiores municípios do Brasil no ranking do Índice dos Desafios da Gestão Municipal (IDGM). O município ganhou três posições na década (entre 2007/2008 e 2017/2018) e ganhou seis posições em comparação com o ano anterior. Entre as quatro áreas analisadas, Maceió teve sua melhor posição em Saneamento e Sustentabilidade: 78ª posição. No geral Maceió ficou com um índice de geral de IDGM de 0,403 a cidade que está no topo do ranking é Piracicaba com 0,757 pontos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *