Na hora certa!

Notícias atualizadas do Brasil, Portugal, Itália, Alemanha, Reino Unido e Irlanda

Não perca a chance! Clique na imagem do Curso de Italiano!

Alimentos e bebidas - Curso HACCP

Conhecer, conservar, transformar e cozinhar os alimentos da maneira correta, em conformidade com o APPCC (HACCP).

Intro

  • Na base da truculência oposição promove sessão extra para afastar presidente da Câmara
    on julho 15, 2020 at 1:19 am

    Uma cena inusitada deixou a população de Major Izidoro/AL  bastante perplexa nesta terça-feira. É que sete vereadores da oposição articularam uma armação que resultou na destituição do cargo de presidente da Câmara, do vereador Chaveiro do Gado. O grupo é encabeçado pelo vereador Theobaldo Cintra, pré-candidato a prefeito, que na base do imediatismo queria que Chaveiro do Gado convocasse uma sessão extraordinária para hoje à tarde. Por não fazer a convocação, até porque a Casa está em recesso parlamentar, os caras acharam um jeito de abrir a Câmara, e a sessão  de portas fechadas foi comandada pelo vice, José Moraes. Sentindo-se perseguido e indignado com a truculenta atitude, sobretudo por desrespeitarem a Lei Orgânica e a Lei da Casa, o vereador Chaveiro do Gado, está no seu segundo mandato de parlamentar e que foi eleito e reeleito durante os dois biênios dessa gestão  para presidir a Câmara, já acionou seu departamento jurídico, a fim de entrar com mandato de segurança. O parlamentar faz parte do grupo da situação que ainda tem mais três que apoiam a prefeita Santana Mariano (MDB)  “É revoltante esse tipo de politicagem. Por sinal, solicitei quando fui procurado, para que eles fizessem um ofício justificando a razão de realizar a sessão; só que eles acharam por bem buscar outra maneira, que no meu entender não é correta. E que para a minha surpresa, fui informado de que eu não era mais presidente da Câmara, onde o meu vice José Moraes teria assumido o cargo por meio de armação que fizeram” disse Chaveiro do Gado, dando conta de que esse clima criou uma onda de revolta na cidade, cujas pessoas têm sido solidárias a seu favor.    

  • CSA: Baptista elogia Rodrigo Pimpão na volta aos treinamentos: “Voltou a mil por hora”
    on julho 15, 2020 at 12:42 am

    https://minutoesportes.cadaminuto.com.br/noticia/8404/2020/07/14/csa-eduardo-baptista-elogia-atacante-rodrigo-pimpao-na-volta-aos-treinamentos-voltou-a-mil-por-hora

  • Senado aprova negociação de dívidas de micro e pequenas empresas
    on julho 15, 2020 at 12:38 am

     Senado aprovou, nesta terça-feira (14), o Projeto de Lei Complementar (PLP) 9/2020, que beneficia micro e pequenas empresas. O projeto facilita a renegociação de dívidas dessas empresas com a União nos termos da Lei do Contribuinte Legal (Lei 13.988, de 2020). A matéria já passou pela Câmara e agora vai à sanção presidencial. A Lei do Contribuinte Legal, sancionada em abril deste ano, permite ao governo fazer negociações chamadas de transações resolutivas de litígios quanto a dívidas com a União, seja em fase administrativa, judicial ou em fase de créditos inscritos em dívida ativa. Sede regional do banco dos Brics Os senadores também aprovaram hoje a criação de uma sede regional no Brasil do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD). O NBD tem sede em Xangai, na China, e foi criado em 2014 durante a 6ª Cúpula dos Brics — grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul — com o objetivo de mobilizar recursos para projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nesses países. O texto vai à promulgação. O relator do projeto, Antonio Anastasia (PSD-MG), afirmou que a criação de uma sede brasileira deverá aumentar a participação do país nas transações financeiras do bloco. De acordo com o senador, a criação do escritório regional no Brasil visa intensificar as atividades do NDB no país. "Devido à distância física com relação à sede do Banco, em Xangai, e à pouca familiaridade de seus funcionários com o arcabouço regulatório e federativo do Brasil, poucos têm sido os projetos do país aprovados, quando comparados aos demais membros”, disse Anastasia em seu parecer. De acordo com o senador, o Brasil foi contemplado com US$ 621 milhões em empréstimos, referentes a 4 projetos, desde 2015. Esse valor corresponde apenas a 10,8% da carteira do banco formado pelo bloco de cinco países.

  • Inscritos no Sisu já podem conferir se foram selecionados
    on julho 15, 2020 at 12:32 am

    Os resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do 2º semestre de 2020 estão disponíveis para os 424.991 candidatos que disputam as vagas distribuídas em 57 instituições públicas de educação superior no país. O Sisu do segundo semestre de 2020 teve 814.476 inscrições para um total de 51.924 vagas disponíveis. Os candidatos poderiam se candidatar para até duas vagas.  Os candidatos podem fazer a consulta individualmente no site https://sisu.mec.gov.br/#/ e clicar em Ver Meu Boletim. Também há a possibilidade de conferir a lista dos candidatos pela instituição e curso selecionados em Lista De Selecionados  O prazo para matrícula na instituição em que o candidato foi selecionado pela 1ª ou 2ª opção abrirá nesta quinta-feira (16) e será encerrado na terça-feira (21). Quem não foi selecionado em nenhuma das duas opções nesta chamada pode participar da lista da espera até o dia 21 de julho. Nesse caso, é preciso manifestar interesse em participar da lista de espera e só poderá escolher uma das duas opções escolhidas anteriormente. O resultado da lista de espera será divulgado pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 24 de julho.  Balanço As regiões que registraram maior quantidade de inscrições foram: Nordeste (345.902) e Sudeste (329.079), seguidas do Sul (94.361), Norte (30.376) e Centro-Oeste (14.758). A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi a que recebeu mais inscrições,  com 72.526, seguida de Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com 55.281 e Universidade Federal Fluminense (UFF), com 51.050.  Os cursos mais concorridos foram medicina, que tem 1.395 vagas e registrou 154.466 inscrições (110,73 inscrições por vaga); design de interiores, com 20 vagas e 1.481 inscrições (74,05 inscrições por vaga); e ciência de dados e inteligência artificial, que nesta edição abriu 3 vagas e computou 183 inscrições (61 inscrições por vaga).   Intituições com maior número de inscritos: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)    72.526 Universidade Federal do Maranhão (UFMA)    55.281 Universidade Federal Fluminense (UFF)    51.050 Universidade Federal da Bahia (UFBA)    44.463 Universidade Federal do Piauí (UFPI)     34.722 Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)     30.725 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)     30.095 Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)     27.812 Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)      27.722 Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)      27.041

  • Bolsonaro é alvo de representação de improbidade por apoio à cloroquina
    on julho 15, 2020 at 12:29 am

    O presidente Jair Bolsonaro, defensor do uso de cloroquina para o tratamento de pacientes da covid-19, é alvo de uma representação que pede apuração de ato de improbidade administrativa, por incentivar e determinar o aumento de produção de uma substância cuja eficácia é rejeitada por cientistas. A representação apresentada pelo deputado Rogério Correia (PT-MG) contra Bolsonaro foi feita à Procuradoria Geral da República. No documento, o parlamentar pede à PGR que determine a instauração de ação civil pública ou procedimento investigativo para apurar a conduta do presidente sob a ótica da Lei de Improbidade Administrativa. "No decorrer da crise de saúde pública, o senhor presidente da República se esforçou em promover interesses próprios, por meio das irresponsáveis e inverídicas afirmações acerca da eficiência do tratamento de covid-19 com o medicamento hidroxicloroquina", afirma Correia. O deputado lembra que, com as Forças Armadas, o governo aumentou a produção das drogas em 84 vezes em relação ao mesmo período entre os anos de 2017 e 2019, investindo recursos públicos na compra de matéria-prima em valor quase 600% superior ao pago anteriormente. "A situação supracitada acarreta em injustificável e gravíssimo dano ao erário, que se agrava ainda mais pelo momento de histórica crise econômica decorrente da pandemia da covid-19", diz. A conclusão é que a fabricação em massa de medicamento que não se comprova eficaz para o tratamento da covid-19 tem resultado em desperdício de recursos públicos, em compras sem processo licitatório e preços elevados. "A divulgação da hidroxicloroquina ou qualquer outro remédio, sem a imprescindível comprovação técnica-científica, como método eficaz no tratamento da doença que já matou mais de 70 mil brasileiros é conduta expressamente vedada pelo tipo penal e, nesse sentido, merece ser devidamente investigado e denunciado", declara o deputado. Um segundo mandado de segurança, com pedido liminar, requer ao Ministério da Defesa informações sobre o embasamento técnico que autorizou a produção em larga escala de cloroquina pelo governo, além da real efetividade da aplicação do medicamento a pacientes de covid-19. Na semana passada, os deputados federais Ivan Valente e Luiza Erundina e o ex-candidato a presidente Guilherme Boulos, todos do PSOL, acionaram a PGR pedindo a abertura de uma investigação para apurar se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu crime de infração de medida sanitária preventiva, previsto no artigo 268 do Código Penal, na condução da pandemia do novo coronavírus. Os políticos de oposição alegam que o presidente vem estimulando o descumprimento das medidas de isolamento social e dos protocolos de segurança fixados por Estados e municípios para evitar a disseminação da covid-19. "Na contramão das medidas adotadas pela maioria das nações do mundo, as recomendações da Organização Mundial de Saúde e as evidências científicas de saúde pública, o Presidente Jair Messias Bolsonaro, desde que a pandemia começou a se alastrar pelo país, vem se manifestando publicamente, no exercício de sua função pública, de forma a minimizar a gravidade da Covid-19 e adotando a postura de violar o isolamento social e ignorar os protocolos e medidas de segurança", diz a notícia-crime enviada à PGR na última sexta-feira, 10.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *